Ricardo Coutinho não pensa em eleições e diz que voltará a trabalhar na UFPB » Polícia prende suspeita de furtar R$ 600 mil em jóias » Bolsonaro chama de ‘analfabeto’ quem critica seu plano de governo » Justiça determina cumprimento de horários e aumento de frota de ônibus da Capital » Comitê da ONU pede que Lula participe de eleição » Dia D de vacinação contra pólio e sarampo será neste sábado » Identificado pterossauro raro que viveu há 200 milhões de anos »


Sonnem fala de aposentadoria e diz que não apelará contra vitória de Anderson

Assim como foi feroz nas declarações contra Anderson Silva antes da luta, Chael Sonnen também está sendo sincero apanderson_sonnenós sua derrota para o brasileiro no UFC 148 no último sábado. Depois de assumir a grande atuação do campeão dos médios, o norte-americano rebateu sua própria equipe e disse que não pedirá qualquer tipo de apelo contra o resultado no combate.

Alguns membros do time de Sonnen vêm acusando Anderson Silva de jogo sujo, reclamando principalmente da joelhada do brasileiro, que – segundo eles – teria acertado o rosto de Sonnen, e não o peito, sendo – dessa maneira – um golpe ilegal. Eles querem a anulacão do resultado e que uma nova luta seja marcada.

Mas o próprio Chael, em entrevista ao site MMA Fighting, disse que não entrará com qualquer tipo de apelo contra Anderson. “Aqui vai a realidade. Não precisamos de replay instantâneo nesse esporte e nem deveríamos usá-lo. Não importa onde a joelhada acertou, mas sim que o árbitro, ali na hora, a considerou legal. O Yves [Lavigne] é um ótimo juiz, todos eles são. Se ele tomou essa decisão, não há desculpas.”

“A decisão do árbitro é o que vale, eu acredito no trabalho de todos. Já dei joelhadas antes e o juiz tomou a decisão, é o tipo de decisão que nunca devemos apelar. Só podemos responder com joelhadas, ali na hora. Se você tem a chance de responder na luta, não tem como apelar”, completou.

Apesar de meses atrás ter dito que se aposentaria em caso de derrota para Anderson Silva, Chael Sonnen disse que ainda tomou essa decisão. “Não acho que um atleta deve começar a falar sobre esse tipo de assunto menos de 30 dias depois de que tudo aconteceu. Não vou tomar nenhuma decisão nessa vida baseado em emoções. Nesse esporte você tem altos e baixos, não pode tomar uma decisão drástica.”

“Acho um insulto com os fãs o cara chegar na hora e falar: ‘estou aposentado’. Na verdade, o que ele quer dizer é: ‘nos vemos daqui 18 meses porque vou voltar’. Não quero fazer isso. Cheguei em um ponto na minha carreira que se fizer um anúncio, não vou mudar de ideia.”

Última atualização (Qua, 11 de Julho de 2012 23:13)

 

Adicionar comentário

É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.


Código de segurança
Atualizar

Soluções em Informática!