Bolsonaro indica deputado mais votado de Minas para o Ministério do Turismo » Samuka Duarte é condenado por improbidade administrativa por acúmulo de cargos » Colisão com asteroide provocará explosão extremamente poderosa » PRF divulga edital de concurso público com 500 vagas e salário de R$ 9,4 mil » Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica discute obesidade e tratamentos em JP » Veneziano anuncia audiência com Ministro da Integração para debater vazão da Transposição na PB » TRF4 mantém condenação de Dirceu »


Samba do BETO MALLOCA” no Bar “Casa de Matilde

ra os pessoenses e visitantes se deleitarem ao som do samba de qualidade. No repertório, músicas dos grandes mestres deste ritmo, genuinamente brasileiro, como Cartola; Noel Rosa; Arlindo Cruz; Dorival Caymmi; Chico Buarque; Arlindo Cruz; Paulinho da Viola, Zeca Pagodinho e outros.

Quem é Beto Malloca!

Jorge Alberto, o Beto Malloca, teve os primeiros contatos com a música ainda criança, quando acompanhava o padrasto nas rodas de samba em Santos e São Vicente (São Paulo), e logo estava fazendo parte dos ensaios da Escola de Samba X9.

Aos 16 anos, formou sua primeira banda, a “Arte Maior”, passando a abrir shows de artistas como Beth Carvalho, Fundo de Quintal, Zeca Pagodinho, Jamelão, Alcione, Lecy Brandão, entre outros nomes já consagrados, permanecendo com a mesma formação e nome por 12 anos, o que lhe rendeu boa visibilidade no cenário artístico de São Paulo e Rio de Janeiro, sua cidade natal.

Em busca de suas raízes, começou a viajar, regularmente, para João Pessoa, terra natal de seus pais, onde mora atualmente e passou a desenvolver novos trabalhos. Como forma de difundir o samba no Centro Histórico da capital, idealizou o projeto “Casa de Bamba”, apresentando-se, com frequência, no Espaço de Eventos Culturais Ateliê Elioenai Gomes, com o “Clube do Samba”, do qual foi fundador e permaneceu por oito anos, com apresentações em diversos outros locais por toda a cidade, a exemplo do John People, Zodíaco, Cariocando, além de cantar em festas particulares, cerimoniais e eventos públicos.

No segundo semestre do ano passado, Beto saiu do “Clube do Samba” e passou a dedicar-se, integralmente, a carreira solo, criando o “Samba do Beto Malloca”. Logo foi apoiado e contratado para apresentar-se nos palcos de grandes eventos, produzidos e patrocinados pela Prefeitura de João Pessoa, como a homenagem ao dia do samba, intitulado “Encontro de Sambistas”, no dia 1º de dezembro, no Sabadinho Bom, projeto da Funjope. Já agora em 2013, foi convidado para se apresentar no Folia de Rua, nos blocos Picolé de Manga e Virgens de Tambaú.

Tendo o Samba como uma de suas grandes paixões e a música como um meio de levar sua mensagem as pessoas, Beto Mallorca, 40 anos, também tem feito shows em outros estados, a exemplo do Ceará e Pernambuco e ainda em outras cidades paraibanas, como Campina Grande e Patos.

Também como compositor, Beto Malloca tem feitos marcantes em João Pessoa. Por dois anos consecutivos (2010 e 2011), foi o vencedor dos enredos da “Escola de Samba Malandros do Morro”, do bairro da Torre.

Última atualização (Seg, 18 de Março de 2013 12:00)

 

Adicionar comentário

É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.


Código de segurança
Atualizar

Soluções em Informática!