Bolsonaro indica deputado mais votado de Minas para o Ministério do Turismo » Samuka Duarte é condenado por improbidade administrativa por acúmulo de cargos » Colisão com asteroide provocará explosão extremamente poderosa » PRF divulga edital de concurso público com 500 vagas e salário de R$ 9,4 mil » Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica discute obesidade e tratamentos em JP » Veneziano anuncia audiência com Ministro da Integração para debater vazão da Transposição na PB » TRF4 mantém condenação de Dirceu »


Morre aos 62 anos, Luciano Agra

Faleceu as 22:15 horas desta quarta feira, no Hospital Memorial São Francisco, o ex prefeito de João Pessoa, Luciano Agra

Segundo o médico Ítalo Kumamoto, presidente do Hospital Memorial São Francisco, o ex-prefeito começou a ter complicações a partir das 16h e veio a falecer as 22h15. As complicações se deram por conta do problema renal, o ex-prefeito já tinha feito feito hemodiálise para conta da dificuldade de assimilar a medicação o que tinha acarretado a diminuição das plaquetas no sangue.

Outro problema parece ter sido a questão do líquido pleural, no pulmão, o que estava dificultando a respiração. Por último os problemas decorrentes do próprio AVC levaram ao falecimento.

No hospital, antes de Kumamoto falar com a Imprensa, o deputado João Gonçalves já havia confirmado a morte do ex-prefeito. Detalhes sobre o velório e o sepultamento ainda não foram informados.

Natural de Campina Grande, Luciano Agra morreeu aos 62 anos, completados no último dia 25 de novembro. Os detalhes do sepultamento ainda não foram divulgados pela assessoria do ex-gestor.

Entenda - Luciano Agra sofreu o AVC por volta do meio dia da última quarta-feira, quando foi conduzido às pressas para a unidade hospitalar, onde passou por cirurgia para contenção do sangramento e, desde então, vinha sendo mantido sedado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O ex-prefeito foi acompanhado pelo neurologista Ronald Farias e pelos hepatologistas José Eymard Filho e Cássio Cavalcante de Oliveira.

 

Perfil

Graduado em Arquitetura pela Universidade de Pernambuco (UFPE) e mestre em Engenharia Urbana pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Luciano Agra começou a carreira profissional no final da década de 70, atuando como arquiteto da Coordenadoria Geral de Planejamento da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP).

Agra também foi coordenador da equipe técnica responsável pela revisão do Código de Urbanismo da capital paraibana em 1979 e Gerente do Projeto Cura, pela PMJP. Em Campina Grande, foi diretor técnico da Companhia de Desenvolvimento da Prefeitura Municipal da cidade.

Atuando novamente em João Pessoa, o arquiteto Luciano Agra assumiu a gerência de Infraestrutura da Unidade Administrativa do Projeto Especial Cidades de Porte Médio, do Aglomerado Urbano da Capital na PMJP. Ainda na década de 80, trabalhou também como coordenador assistente da atual Secretaria de Planejamento (Seplan); foi assessor especial do Gabinete de Planejamento do Governo do Estado da Paraíba; arquiteto do Projeto Costa do Sol e primeiro secretário executivo da Comissão Estadual de Gerenciamento Costeiro.

No período entre 1993 e 1995, Agra ocupou o cargo de coordenador da equipe técnica responsável pela revisão dos Códigos de Urbanismo, Posturas, Obras e Edificações do Município de João Pessoa. No final dos anos 90, ainda foi coordenador da Câmara Especializada de Arquitetura (CEARQ), e membro da Comissão de Ética do CREA-PB. Agra também atuou como conselheiro representante do Centro de Tecnologia da UFPB junto ao CREA-PB e membro da diretoria do próprio Conselho no ano de 2002.

Em 2004, após experiência na administração pública e em vários projetos urbanísticos desenvolvidos nos Estados do Rio Grande do Norte e Paraíba, Luciano Agra coordenou a elaboração do plano de governo do prefeito Ricardo Coutinho, no primeiro mandato. Em 2005, assumiu a Secretaria de Planejamento da Prefeitura Municipal de João Pessoa, e em janeiro de 2009, tomou posse como vice-prefeito da capital também na gestão do prefeito Ricardo Coutinho.

Desde 1982, é professor concursado do Departamento de Arquitetura da UFPB, com nível atualmente de Adjunto IV, de onde se afastou para ocupar o cargo de prefeito da capital.

Última atualização (Sáb, 13 de Dezembro de 2014 12:34)

 

Adicionar comentário

É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.


Código de segurança
Atualizar

Soluções em Informática!