Juíza bloqueia bens de Cabral, Pezão, Picciani e outros por improbidade » Witzel: investigação diz que deputada sofreu tentativa de latrocínio » Macri: viagem ao Brasil é começo de salto para a frente no Mercosul » Presidente do Peru nega vínculos de sua empresa com Odebrecht » Ford espera prejuízo de US$ 112 milhões no 4º trimestre » EUA e Canadá prometem processo 'imparcial' para executiva chinesaOs Estados Unidos e o Canadá promet » Centro de Zoonoses alerta população sobre riscos de picadas de insetos no verão »


Samu reforça equipes para atender foliões no Muriçocas do Miramar e Cafuçu

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de João Pessoa montou um esquema especial de atendimento durante o Carnaval de Boa, com equipes e ambulâncias extras para atender aos foliões e a população.

Para o desfile das Muriçocas do Miramar, que acontece nesta quarta-feira (7), a partir das 18h até o final do bloco, uma Unidade de Suporte Básico (USB) extra do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estará instalada no Posto 99, na Avenida Epitácio Pessoa e outra USB ficará no cruzamento da Avenida Epitácio Pessoa com a Av. Miguel Sátiro. No estacionamento do supermercado Pão de Açúcar será instalado o Posto Médico com uma USB extra e uma Unidade de Suporte Avançado (USA) extra.

Durante o bloco do Cafuçu, que desfila nesta sexta-feira (9), uma USB descentralizada estará fixa no Ponto de Cem Réis. Já para o Carnaval Tradição, uma USB descentralizada estará em um ponto fixo na Avenida Ministro José Américo de Almeida, a Beira Rio.

Durante o bloco ‘Virgens de Tambaú’, que desfilou no último domingo (4), as equipes do Samu realizaram 51 atendimentos. A maioria das ocorrências foi por conta do excesso álcool e 53% do total dos pacientes atendidos eram do sexo feminino.

De acordo com dados do Setor de Estatística do Samu JP, o número de atendimentos no bloco Virgens de Tambaú no ano 2018 aumentou 65% em relação ao ano de 2017. O motivo mais comum das ocorrências foi o excesso de álcool, representando 25% dos atendimentos, além de ferimentos corte contuso e agressão física. O Serviço também registrou dois atendimentos gineco obstétrico.

A maioria dos casos dos pacientes foi resolvido no local, mas o serviço também realizou encaminhamento dos usuários para a Maternidade Cândida Vargas, Ortotrauma e Hospital de Emergência e Trauma. A maioria dos usuários atendidos durante a festa era jovem na faixa etária de 18 a 29 anos.

 

 

Adicionar comentário

É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.


Código de segurança
Atualizar

Soluções em Informática!