'Militares precisam ter garantia para agir sem risco de nova Comissão da Verdade', diz Villas Boas » Câmara aprova decreto de intervenção no Rio; senadores votam medida nesta terça » Após PTB desistir de Cristiane Brasil, paraibano é cotado para assumir o Ministério do Trabalho » Maluf é afastado do mandato de deputado federal » Moradores do DF, Tocantins e de Mato Grosso já pode receber alerta de clima em SMS » CMJP e ALPB retomam os trabalhos legislativos nesta terça-feira » Policial militar morre vítima de choque elétrico em Sapé »


Daniella Ribeiro descarta candidatura única das oposições e cobra espaço do PP na chapa majoritária

A deputada Daniella Ribeiro sempre foi considerada a “tagarela” da família. Não por acaso, ela causou mal estar com o prefeito Romero Rodrigues (PSDB) após “comprar briga” de uma aliada, indicada para uma secretaria municipal pouco estruturada para servir ao projeto do PP. Foi preciso o patriarca Enivaldo Ribeiro “entrar em campo” para apagar as chamas. Daniella quase sempre diz o que quer e também o que muitos aliados não querem ouvir.

Entrevistada pelo jornalista Warcos Werick, no programa “Café Com Notícia”, da TV Master, Daniella manteve a postura de outras ocasiões e cobrou, de cara, espaço para o PP na chapa majoritária das oposições. Além disso, descartou, no cenário atual, a tese de candidatura única, admitindo a disputa com dois nomes oposicionistas e contestando a possibilidade de três. “Seria inconcebível”, avaliou a deputada, referindo-se à última opção.

Inconcebível também, na visão de Daniella, seria o PP ficar fora da chapa majoritária das oposições. Pré-candidata à reeleição, ela admite até mesmo colocar seu nome como alternativa de indicação do partido, caso não surjam outros. Segundo a parlamentar, o PP vai aguardar o dia 7 de abril, prazo final para desincompatibilização, para saber de fato quem será candidato a governador e, a partir daí, decidir seu futuro.

“As definições só começarão a ser tomadas a partir desta data, quando traçaremos nossa estratégia. Posso garantir que nomes (para a chapa) no PP não faltam”, disse a filha de Enivaldo.

Daniella, como não podia deixar de ser, deixou um “recadinho” para os colegas de oposição: o PP não descarta conversar com o governador Ricardo Coutinho.

E olhe que ela não costuma brincar.

Com informações do blog de Vanderlan Farias

 

Adicionar comentário

É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.


Código de segurança
Atualizar

Soluções em Informática!