Bolsonaro indica deputado mais votado de Minas para o Ministério do Turismo » Samuka Duarte é condenado por improbidade administrativa por acúmulo de cargos » Colisão com asteroide provocará explosão extremamente poderosa » PRF divulga edital de concurso público com 500 vagas e salário de R$ 9,4 mil » Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica discute obesidade e tratamentos em JP » Veneziano anuncia audiência com Ministro da Integração para debater vazão da Transposição na PB » TRF4 mantém condenação de Dirceu »


Putin adverte que Estado Islâmico pode atacar em outros países

Resultado de imagem para putinO presidente russo, Vladimir Putin, advertiu hoje (4) que a organização terrorista Estado Islâmico (EI), apesar da derrota militar no Iraque e na Síria, pode atacar em outros países. Ele fez a declaração em mensagem aos participantes da VII Conferência de Moscou sobre Segurança Internacional inaugurada nesta quarta-feira.

"Apesar de sua derrota militar, este grupo terrorista (o EI) conserva um grande potencial destrutivo, a capacidade de mudar rapidamente de tática e atacar em diferentes países e regiões do mundo", afirmou Putin.

Nestas condições, acrescentou,"é necessário idealizar conjuntamente outras formas de cooperação multilateral que permitam consolidar os sucessos alcançados na luta contra o terrorismo e impedir a propagação desta ameaça".

O texto da mensagem presidencial foi lido pelo chefe do Serviço Federal de Segurança (FSB, antiga KGB) da Rússia, Nikolai Patrushev, que, em seu discurso, denunciou "tentativas sistemáticas" de alguns países para atuar à margem da Organização das Nações Unidas, "sem levar em conta seu papel coordenador nas relações internacionais".

Patrushev afirmou que esse tipo de conduta desestabiliza a situação internacional, afasta a solução dos problemas e dificulta a resposta aos desafios e ameaças que o mundo enfrenta atualmente.

"Saltam à vista as pretensões de uma série de países de ter o papel de fiscais e juízes que consideram aceitável fortalecer a paz por meio da força se isso responder a seus interesses egoístas", disse o diretor do FSB.

Agência Brasil

 

Adicionar comentário

É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.


Código de segurança
Atualizar

Soluções em Informática!