Juíza bloqueia bens de Cabral, Pezão, Picciani e outros por improbidade » Witzel: investigação diz que deputada sofreu tentativa de latrocínio » Macri: viagem ao Brasil é começo de salto para a frente no Mercosul » Presidente do Peru nega vínculos de sua empresa com Odebrecht » Ford espera prejuízo de US$ 112 milhões no 4º trimestre » EUA e Canadá prometem processo 'imparcial' para executiva chinesaOs Estados Unidos e o Canadá promet » Centro de Zoonoses alerta população sobre riscos de picadas de insetos no verão »


Dois ônibus são queimados em 4º dia de ataque em MG

Mais dois ônibus foram queimados na madrugada desta quarta-feira (6), em Minas Gerais no quarto dia consecutivo de ataques no estado. Segundo a Polícia Militar, os incêndios de hoje ocorreram em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana. Um dos veículos era de linha, o outro, de turismo. Ninguém ficou ferido.

Até a manhã desta quarta-feira, mais de 50 ônibus tinham sido queimados ou depredados em Minas. As ocorrências em Neves são semelhantes às verificadas nos dias anteriores. Os criminosos param os ônibus, geralmente de madrugada, os motoristas são rendidos e retirados e os veículos são incendiados.

Os incêndios da madrugada desta quarta acontecem um dia após o governador do estado, Fernando Pimentel (PT), afirmar que os ataques a coletivos e prédios públicos em Minas estão ocorrendo em retaliação a um suposto rigor do funcionamento do sistema prisional e à existência de bloqueadores de celular em penitenciárias. Ele também admitiu que os ataques foram ordenados por uma facção criminosa, mas não especificou qual. Na segunda-feira, 4, o Estado mostrou que investigadores da polícia tinham a informação de que os ataques foram feitos a mando do Primeiro Comando da Capital (PCC).

Estadão

 

 

Adicionar comentário

É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.


Código de segurança
Atualizar

Soluções em Informática!