'HackFest/Virada Legislativa' confirma educador português e diretor executivo do ITS-Rio no evento » Justiça Eleitoral abre habilitação para voto em trânsito » Com crise, bancos têm sobra de R$ 100 bilhões para crédito imobiliário » Novos valores para licitação começam nesta quinta-feira » TJPB agenda para setembro mutirão da Energisa na Comarca de Catolé do Rocha » Corrida Noturna da Advocacia vai arrecadar alimentos para Vila Vicentina » Pedro Cunha Lima é eleito melhor parlamentar »


CNJ abre investigação contra Favreto, Moro e Gebran Neto

O corregedor nacional de Justiça, ministro João Otávio de Noronha, decidiu hoje (10) abrir os 10 pedidos preliminares de investigação que chegaram ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra os desembargadores Rogério Favreto, João Pedro Gebran Neto e o juiz federal Sérgio Moro.

As reclamações disciplinares foram protocoladas ontem (9) após as decisões conflitantes do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, no último fim de semana, sobre a concessão de liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo o CNJ, as oito reclamações que chegaram contra Favreto e duas contra Moro serão apensadas uma investigação mais ampla sobre o caso. O trabalho de apuração terá início imediato, segundo o conselho. Da análise dos processos, pode ser aberto um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra os magistrados, que, por sua vez, pode culminar em punição, desde advertência até aposentadoria compulsória.

Agência Brasil

 

 

Adicionar comentário

É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.


Código de segurança
Atualizar

Soluções em Informática!