Bolsonaro indica deputado mais votado de Minas para o Ministério do Turismo » Samuka Duarte é condenado por improbidade administrativa por acúmulo de cargos » Colisão com asteroide provocará explosão extremamente poderosa » PRF divulga edital de concurso público com 500 vagas e salário de R$ 9,4 mil » Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica discute obesidade e tratamentos em JP » Veneziano anuncia audiência com Ministro da Integração para debater vazão da Transposição na PB » TRF4 mantém condenação de Dirceu »


EUA confirmam sete mortes após passagem do furacão Florence

Resultado de imagem para EUA confirmam sete mortes após passagem do furacão FlorenceA Agência Federal de Gerenciamento de Emergências dos Estados Unidos (Fema, na sigla em inglês) confirmou hoje (15) a morte de sete pessoas na Carolina do Norte, entre elas uma mãe e um bebê, em decorrência da passagem do furacão Florence na região.

O Florence se tornou uma tempestade tropical, após tocar o solo da Carolina do Norte na manhã de ontem (14), mas o volume de chuvas torrenciais se manterá ao longo do fim de semana. A preocupação das autoridades é com o aumento das enchentes, inundações e deslizamentos de terra.

Cerca de 900 mil pessoas estão sem energia, enquanto a tempestade tropical Florence avança sobre a Carolina do Sul.

A Casa Branca anunciou hoje que o presidente Donald Trump aprovou uma declaração de estado de emergência para a Carolina do Norte, o que vai permitir financiamento federal para assistência temporária, com recursos para moradia e reparos.

Resgates

Segundo a Fema, equipes estão atuando para retirar pessoas ilhadas. No Leste da Carolina do Norte, há cerca de 300 pessoas que esperam para ser resgatadas. Desde ontem à noite, foram feitos 20 resgates na região.

As operações tiveram que ser suspensas na madrugada de hoje por causa do volume de água e da falta de segurança para as equipes. Os trabalhos só foram retomados após o nascer do sol.

Alguns moradores das ilhas da costa Leste da Carolina do Norte "navegam" sobre as ruas com botes. O volume da enchente continua subindo e as autoridades pedem que as pessoas ainda não tentem regressar para casa.

Agência Brasil

 

Adicionar comentário

É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.


Código de segurança
Atualizar

Soluções em Informática!