Queda de helicóptero mata jornalista Ricardo Boechat em SP » Manoel Junior perde foro privilegiado em processo da Lava-Jato » Boletos do IPTU e TCR 2019 começam a ser entregues a partir desta semana » Sobe para 160 número de mortos identificados em Brumadinho » Brasil abrirá centro de armazenamento de ajuda humanitária para Venezuela » Contas de 2017 de Marcos Vinícius frente à CMJP são aprovadas por unanimidade » Europa planeja missão à Lua em 2025 »


Polícia Civil cria banco de dados para registro de pessoas desaparecidas na Paraíba

Resultado de imagem para Polícia Civil cria banco de dados para registro de pessoas desaparecidas na ParaíbaA criação do banco de dados da Polícia Civil para registros pessoas desaparecidas foi publicada no Diário Oficial do Estado da Paraíba (DOE) no sábado (6). De acordo com a publicação da Secretaria Estadual da Segurança e da Defesa Social (Seds), o banco foi criado a partir de aprimorar e adotar medidas adequadas sobre o desaparecimento de pessoas.

Ainda de acordo com a Seds, o Banco de Dados de Pessoas Desaparecidas com a finalidade de ser integrado aos outros Cadastros de Pessoas Desaparecidas criados no Estado da Paraíba, como também para integrar ao Cadastro de Pessoas Desaparecidas ligados à Rede de Integração Nacional de Informações de Segurança Pública, Justiça e Fiscalização (Infoseg).

Para registrar alguma pessoa desaparecida, o cidadão pode proceder também por meio da Delegacia Online, que por sua vez sai ser retransmitida por email.

Ainda de acordo com a publicação, as informações públicas vão conter fotografias e características físicas das pessoas desaparecidas, local e data do desaparecimento, número atualizado de pessoas não localizadas, discriminadas por gênero e faixa etária, estatística anual com o número de ocorrências de desaparecimentos e de ocorrências de localização discriminadas por gênero, faixa etária, motivações e tipificação do crime, quando este for apurado, e municípios onde os casos foram registrados.

A Delegacia-Geral da Polícia Civil do Estado da Paraíba vai ser responsável pela coordenação do Banco de Dados de Pessoas Desaparecidas, pela supervisão dos encaminhamentos e pelas orientações gerais às Delegacias de Polícia Civil.

Com informações do G1

 

Adicionar comentário

É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.


Código de segurança
Atualizar

Soluções em Informática!