Cícero Lucena descarta retorno à política e diz: ‘já cumpri minha missão’ » Avianca cancela quase 2 mil voos até o dia 28 » Projeção de expansão da economia cai pela oitava vez e vai para 1,71% » Comediante novato na política vence eleição presidencial na Ucrânia » Papa condena ataques no Sri Lanka como "atos terroristas" injustificáveis » Equipe econômica prepara privatização dos Correios » Príncipe Charles sucederá Elizabeth II como líder da Comunidade Britânica »


Kim convoca Comitê Central de seu partido diante de ‘situação tensa’

Resultado de imagem para Kim convoca Comitê Central de seu partido diante de ‘situação tensa’

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, convocou para esta quarta-feira uma reunião dos máximos dirigentes do Partido dos Trabalhadores, para analisar o que descreveu como uma “situação tensa”, informou a imprensa estatal.

A reunião do Comitê Central do partido será a primeira após o encontro entre Kim e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, realizada em fevereiro, que terminou sem qualquer acordo importante, e a viagem urgente do presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, a Washington.

Um artigo da agência oficial KCNA, no entanto, indica que a reunião pretende se concentrar nos esforços de Pyongyang para desenvolver a economia.

Segundo a KCNA, em uma reunião realizada na terça-feira com altos funcionários, Kim determinou que mostrem “uma atitude de acordo”, com a que devem ter os “dirigentes da revolução (…) diante da tensa situação imperante e manter as novas linhas estratégicas do partido”.

Em abril, Kim declarou que a “nova linha estratégica” do partido seria a “construção de uma economia socialista” e que a busca do desenvolvimento nuclear foi completada.

Kim fez “uma profunda análise dos temas que exigem solução urgente no partido e no Estado”, destacou a KCNA, acrescentando que a reunião do Comitê Central “decidirá a nova orientação e formas de luta alinhadas com a situação revolucionária imperante”.

O encontro acontecerá antes do início da nova legislatura, prevista para quinta-feira.

Trump e Kim se reuniram pela primeira vez em Singapura em junho do ano passado, quando assinaram um documento vago sobre a “desnuclearização da península coreana”.

 

Adicionar comentário

É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.


Código de segurança
Atualizar

Soluções em Informática!