'HackFest/Virada Legislativa' confirma educador português e diretor executivo do ITS-Rio no evento » Justiça Eleitoral abre habilitação para voto em trânsito » Com crise, bancos têm sobra de R$ 100 bilhões para crédito imobiliário » Novos valores para licitação começam nesta quinta-feira » TJPB agenda para setembro mutirão da Energisa na Comarca de Catolé do Rocha » Corrida Noturna da Advocacia vai arrecadar alimentos para Vila Vicentina » Pedro Cunha Lima é eleito melhor parlamentar »


Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 52 mi no sábado

Ninguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena sorteadas ontem em Balneário Arroio do Silva (SC).

Com isso, o prêmio acumulou e a estimativa é de que chegue a R$ 52 milhões para o próximo sorteio, no sábado.

A Quina teve 121 acertadores que vão receber R$ 26.009,88; a Quadra registrou 8.843 acertadores que vão ganhar R$ 508,42. Os...

Última atualização (Qui, 10 de Fevereiro de 2011 11:55)

 

Vitor Belfort recebe bolsa maior que Anderson Silva para ser nocauteado em três minutos

Lutador recebeu quase R$ 500 mil após ser nocauteado em apenas três minutos de luta

 

Como de costume, a Comissão Atlética dos EUA divulgou a lista das bolsas pagas aos lutadores do UFC 126. E, para a surpresa de muitos fãs, Vitor Belfort recebeu a maior quantia do evento, mesmo perdendo.

Pelos três minutos de combate...

Última atualização (Sex, 01 de Abril de 2011 03:58)

 

Ministro pede informações à Câmara antes de decidir liminar sobre suplente

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do Mandado de Segurança (MS 30321) impetrado pelo suplente de deputado federal José Carlos de Jesus Rodrigues, mais conhecido com Zé Carlos da Pesca (PP/BA), requisitou informações ao presidente da Câmara dos Deputados para que possa analisar o pedido de liminar formulado no MS. Determinou, também, que José Carlos complemente dados apresentados no processo, no prazo de cinco dias.

Última atualização (Sex, 01 de Abril de 2011 03:58)

 

Regra do IR muda para contribuintes que receberem benefício acumulado

O imposto vai ser calculado como se o valor tivesse sido depositado parceladamente, ao longo de vários meses. Na prática, a alíquota cai, e o contribuinte paga menos.

A partir deste ano, os contribuintes que receberem de uma vez só aposentadoria, pensão ou qualquer benefício acumulado que deveria ter sido recebido no passado em parcelas, pagarão menos Imposto de Renda.

Última atualização (Sex, 01 de Abril de 2011 03:57)

 
Mais Artigos...

Soluções em Informática!