Saiba quais são as 17 estatais que Bolsonaro vai privatizar ainda esse ano » Atirador do Bope mata sequestrador de ônibus na Ponte Rio-Niterói e reféns não são feridos » Brasil proíbe entrada de funcionários do regime venezuelano » Brasil proíbe entrada de funcionários do regime venezuelano » Brasil proíbe entrada de funcionários do regime venezuelano » Brasil proíbe entrada de funcionários do regime venezuelano » Brasil proíbe entrada de funcionários do regime venezuelano »


Luciano Cartaxo: “até hoje ninguém esclareceu porque meu nome foi substituído pelo de Rodrigo Soares

Luciano Cartaxo afirma que Rodrigo Soares descumpriu acordo

 

O deputado eleito pelo PT, Luciano Cartaxo, afirmou que o presidente estadual do partido Rodrigo Soares descumpriu acordo firmado dentro do diretório quando aceitou ser candidato a vice-governador na chapa do atual governador José Maranhão (PMDB) que tentou a reeleição sem êxito.

De acordo com Cartaxo, na eleição para a escolha do presidente do PT ficou acordado que ele apoiaria Rodrigo Soares para o cargo e em troca seu nome permaneceria como o indicado para a vice-governadoria o que terminou por não acontecer.

“Eu não guardo mágoas, mas até hoje ninguém esclareceu porque meu nome foi substituído pelo de Rodrigo Soares. Se fosse Vitalzinho ou outra pessoa tudo bem, mas porque trocar um nome do PT por outro do mesmo partido?”, indagou o deputado durante entrevista concedida à emissora de rádio Arapuan.

Segundo o deputado eleito, o acertado é que ele continuaria sendo o nome do PT para ser candidato a vice-governador enquanto Rodrigo disputaria o legislativo estadual juntamente com Frei Anastácio. Já Jeová e Luiz Couto tentariam o legislativo federal como ocorreu.

Luciano Cartaxo disse, ainda, que o impasse na indicação de um nome para compor a chapa de Maranhão prejudicou sua campanha que começou atrasada. “Eu tive apenas cinco meses para fazer minha campanha quando todo mundo sabe que o tempo médio é de quase dois anos. Eu não consegui apoio de prefeitos e de nenhuma liderança. Minha campanha foi conquistada mesmo no corpo a corpo com o povo”, afirmou.

Sobre apoio a Ricardo – Luciano Cartaxo informou que não acha este o momento mais adequado para falar em apoio ao governador eleito Ricardo Coutinho (PSB), já que o próprio partido está rachado.

“Para a gente começar a falar em apoio primeiro é preciso discutir a unificação do partido. Não adianta discutir esse assunto quando o próprio PT está dividido. É necessário garantir em primeiro lugar a unidade da legenda”, declarou.

Última atualização (Seg, 15 de Novembro de 2010 13:15)

 

Adicionar comentário

É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.


Código de segurança
Atualizar

Soluções em Informática!