Semam planta 140 novas árvores nas calçadas e canteiro central da Avenida Ruy Carneiro

A Secretaria do Meio Ambiente de João Pessoa (Semam) está cada vez mais empenhada em fazer a Capital voltar a ser mais verde do mundo. E os principais corredores da cidade também estão incluídos na lista de locais que se tornarão totalmente arborizados. Somente na Avenida Ruy Carneiro estão sendo plantadas 140 novas mudas, espalhadas pelas calçadas e canteiro central.

O secretário Welison Silveira informou que o novo projeto de urbanização, mobilidade urbana e paisagismo implantado pela gestão inclui o plantio de 60 novas árvores de espécies nativas da Mata Atlântica nas áreas de passeio público (calçadas). Na mesma avenida, ao logo de todo o canteiro central, serão plantadas cerca de 80 palmeiras Carpentaria.

Conforto térmico – O engenheiro agrônomo e diretor de Controle Ambiental da Semam, Anderson Fontes, ressaltou que o novo projeto vai trazer benefícios que vão além da organização urbana. Segundo ele, essa é a proposta das cidades que pensam em sustentabilidade.

“O conforto térmico que isso vai proporcionar à população é muito grande. Nós vamos fazer, com esse projeto, com que as pessoas andem em calçadas planejadas e com temperatura mais amena. A ideia é fazer com que as pessoas voltem a caminhar”, destacou.

As novas árvores da Avenida Ruy Carneiro receberão todo o cuidado dos especialistas da Semam. “As árvores precisam estar onde elas cresçam bem. Elas serão adubadas, podadas, cuidadas. Muito tempo atrás havia árvores nas calçadas e, ao longo dos anos, a avenida foi perdendo. Estamos devolvendo”, frisou Anderson Fontes.

Árvores retiradas – Ainda no canteiro central do cruzamento da Avenida Ruy Carneiro com a Rua Prefeito José Leite, foi autorizada a retirada de 18 árvores. A necessidade de retirá-las do local foi observada após a constatação de que 70% de cada uma delas encontrava-se com problemas de cupins de solo e copas descaracterizadas por infestações de fungos apodrecidos.

Anderson Fontes explicou que as árvores retiradas estavam doentes e causavam riscos à população que circula pela avenida. “Elas podiam cair. Estavam muito raquíticas, atrofiadas. Fizemos um estudo, porque para retirá-las dali foi feito um estudo. Fomos vendo outros modelos de cidades”, argumentou.

Selo de ‘Cidades Árvores do Mundo’ – A Prefeitura de João Pessoa já plantou 75 mil árvores nos últimos três anos e a meta é chegar a 500 mil mudas plantadas até 2030. Isso fez com que a gestão ganhasse, pela 3ª vez consecutiva, o selo ‘Tree Cities of the World’ ou simplesmente ‘Cidades Árvores do Mundo’.

O título foi concedido novamente pela Arbor Day Foudation (USA) e a Organização para Alimentação e Agricultura das Nações Unidas (FAO/ONU), as quais reconhecem cidades comprometidas em garantir que suas florestas e árvores urbanas sejam adequadamente mantidas, gerenciadas de forma sustentável e devidamente celebradas.

Para obter esse reconhecimento, cinco critérios são levados em conta: se responsabilizar com as árvores urbanas, construir políticas de arborização, avaliações de árvores e florestas, ter um orçamento anual e receber celebrações de conquistas; ou seja, João Pessoa cumpriu bem com todos esses requisitos para receber a certificação.

Reflorestamento – Somente em 2023, a Prefeitura de João Pessoa, por meio da Semam, plantou quase 24 mil árvores. Esses números reforçam as metas ambientais da Prefeitura de João Pessoa em ampliar áreas verdes, consolidar diretrizes para proteção e manejo das árvores, requalificar o Viveiro Florestal e promover uma gestão ambiental de qualidade nos parques da cidade.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios